Príncipe Real

by Lucía Vives

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
01:45
2.
3.
01:47

about

Ao Severo por todo o carinho e amizade.

credits

released February 27, 2017

Produzido por Luís Severo no estúdio de Alvalade em fevereiro de 2017.

O Severo e o Raposo também tocam e fazem vozes.

O Leonardo Bindilatti fez o master.

A Raquel Serra tirou a foto e fez o artwork.

XTR005

tags

license

all rights reserved

about

Xita Records Lisbon, Portugal

A Xita Records é uma editora independente lisboeta fundada em 2015 por um grupo de jovens músicos com base nas suas relações de amizade.

booking / xitarecords@gmail.com

contact / help

Contact Xita Records

Streaming and
Download help

Track Name: Céu Azul
tiras muitas fotos
mas não mandas revelar
fazes tudo sem certezas
do que possa resultar

agora chega a saudade
mais uns meses pelo sul
na viagem por Itália
o céu azul aqui és tu

tens vinte livros começados
que não queres terminar
fazes tudo sem certezas
do que possa resultar

agora chega a vaidade
mais uns dias frio do norte
na viagem para casa
aqui a Estrela a minha sorte

fazes tudo sem certezas
do que possa resultar
nao é com um banho à chuva
que isto vai dar pra limpar

fazes tudo sem certezas
do que possa resultar
pelo menos não é em vão
que à noite vamos vaguear

fazes tudo sem certezas
do que possa resultar
pelo menos em Lisboa
os putos escrevem sobre o mar
Track Name: Príncipe Real
se te desenhar
mais palmeiras na pele
hei-de ouvir o teu riso
com folhinhas de alecrim
e assim o vou guardar
na flor mais linda do jardim

e ao chegar o inverno
dias de chuva é mesmo assim
regam bem o teu riso
cidade toda há de te ouvir

quando for pra bazar
manda a dica da andorinha
que esta ferida não tem culpa
mas que a cura seja minha

nestes dias sem dunas
meto o Alfarroba pro jantar
diz me se ainda aturas
o que tenho por cantar
Track Name: Limonada
vem comigo ao largo
sorte calha limonada
e um beijinho de regresso
brincadeira mal jogada

agora com receio
passo a limpo estes poemas
sem coragem pra t'os dar
pouco disto vale a pena

dás-me a mão dás-me o vinho
mas não queres dar nas vistas

dás-me a mão dás-me o carinho
mas não queres dar nas vistas

dás-me o pão dás-me o vinho
mas não queres dar nas vistas

dás-me a mão dás-me o vinho
mas não queres dar nas vistas

dás-me o pão dás-me o vinho
mas não queres dar nas vistas